A gastronomia da brasa

A gastronomia da brasa

Larissa Morales conquista espaço de destaque no universo do churrasco e ultrapassa barreiras do machismo na área.

A paulistana Larissa Morales, de 32 anos, é churrasqueira profissional. Sua história na gastronomia teve início na infância por inspiração de sua avó, uma cozinheira de mão cheia que adorava preparar pratos deliciosos para os netos. Eventualmente, Larissa começou a se interessar pela culinária e a querer entender como as comidas eram feitas, ajudando a avó sempre que possível.

Apesar de ter contato com a gastronomia desde pequena, não pensava em trabalhar na área. Na época do vestibular, queria prestar psicologia. Por isso, acabou se inscrevendo no curso gastronômico apenas como segunda opção. Porém, após pesquisar sobre a graduação percebeu que o amor por cozinhar falava mais alto, e assim decidiu aventurar-se no ramo.

Entrou na faculdade em 2007, formando-se em Gastronomia pela FMU (Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas). Participou da primeira temporada do BBQ Brasil, reality do SBT, e estagiou no restaurante Walter Mancini. Além disso, trabalhou no Jeremias o Bar, na Pizzaria La Gloria e no hotel Fasano.

Há cerca de 5 anos, decidiu ingressar profissionalmente no mundo das carnes. A relação com a gastronomia da brasa teve influência de seu pai, que dominava o fogo nas comemorações de família. “Meu pai empanava a carne no sal grosso. Mas por não ter contato com o calor da brasa, ela ficava salgada e cinza. Já que eu sempre gostei de comer bem, comecei a comandar a churrasqueira na minha casa”. 

Atualmente, Larissa viaja o Brasil ministrando cursos, fazendo eventos corporativos e participando de festivais como o Carnivoria, que ocorreu em maio deste ano. Em fevereiro de 2017, criou o Larica na Brasa, primeiro canal de churrasco apresentado por uma mulher no Youtube Brasil. Com vídeos semanais destinados aos amantes de carne, ela apresenta receitas, dicas e técnicas de preparo. O canal possui mais de 97 mil inscritos, com um público sobretudo entre 25 e 34 anos, 80% masculino. 

Assim como a maioria de seu público, os homens também são maioria no âmbito do churrasco,e preconceito em relação às mulheres na área ainda é grande. “Cerca de 20% [dos profissionais] são mulheres, e poucas estão em destaque”, afirma. Características como o trabalho árduo, as longas horas em contato com o fogo e os pesados sacos de carvão são, até os dias atuais, vistas como atividades essencialmente masculinas por serem duras e penosas.

Por isso, a representatividade feminina no churrasco constantemente rompe com o preconceito. Cada vez mais mulheres assumem o protagonismo da gastronomia da brasa. “A maior motivação para enfrentar essas dificuldades é de fato o amor por cozinhar, ouvir que a preparação estava gostosa e que a pessoa nunca tinha comido algo tão bom”, reflete.


Encontre no Instagram:

Larissa Morales: @laricanabrasa

Foto destaque de: Pedro Henrique Silva
Quer conhecer outras mulheres que quebram barreiras de suas áreas? Leia os posts Mulheres na Coquetelaria e A jovem pizzaiola.



1 thought on “A gastronomia da brasa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *