Alimentação no BBB 21

Alimentação no BBB 21

Saiba como funciona a alimentação dos grupos VIP e Xepa no Big Brother Brasil 2021

Se tem uma coisa que sempre garante discórdia no Big Brother Brasil (BBB), é a briga pela comida. A cada semana, o líder divide a casa em dois grupos: VIP e Xepa. Quem fica no VIP, tem acesso às melhores comidas e ingredientes, com uma cozinha mais equipada, alimentação farta e equilibrada. Por outro lado, quem fica na Xepa tem uma alimentação mais restrita, com menos variedade de ingredientes e itens menos nutritivos.

As regras são claras. No BBB, quem está no VIP não pode usar utensílios, louças e eletrodomésticos da cozinha Xepa, e vice e versa. E principalmente: os grupos não podem compartilhar comida. Por isso, quem quebra qualquer um dos protocolos é penalizado com a perda de estalecas (as moedas do BBB).

Qual é o cardápio da Xepa?

Este ano, alguns dos itens disponíveis para os brothers da Xepa são arroz, feijão, macarrão instantâneo, biscoito de água e sal, ovos, lentilha, carnes de segunda (moela, língua e fígado), rapadura, alho e sal. Mas nem todos os ingredientes ficam disponíveis o tempo todo. Dependendo da semana, até frutas e legumes são limitadas.

Nas festas, que acontecem nas madrugadas de quartas e sábados, todos podem comer à vontade todos os itens preparados pela produção. Entretanto, fim de festa é fim de festa! Ninguém pode levar os alimentos para dentro da casa, muito menos guardá-los para comer depois. O mesmo vale para as comidas de eventos especiais, como o Cinema do Líder, o Almoço do Anjo, assim como as ações patrocinadas por marcas.

Por que a Xepa causa tantas discussões?

A divisão dos cardápios é muito importante para o jogo, pois serve como ponto de tensão. Uma vez por semana no BBB, os participantes precisam somar o número de estalecas de cada membro da Xepa para fazer uma grande compra no mercado (o mesmo ocorre no VIP). Quem sofre alguma penalidade no jogo, perde estalecas e tem menos dinheiro para contribuir com as compras, o que gera intrigas, pois o ideal é que todos colaborem igualmente. Além disso, como as compras de cada grupo são feitas em conjunto, e não individualmente para cada participante, eles precisam entrar em consenso do que será comprado.

A fome gera discussões. No BBB 20, por exemplo, a Xepa gerou controversa quando o participante Lucas Gallina decidiu não depositar nenhuma de suas estalecas para as compras da semana. Ao assistir à discussão, Thelma questionou o brother: “Mas você vai comer, Lucas? Você vai comer?”. A resposta de Lucas foi clara: ele comeria tanto quanto as outras pessoas que haviam depositado as estalecas. Ou seja, havia menos dinheiro para as compras e menos ingredientes para a semana mas a mesma quantidade de pessoas se alimentando.

No mesmo ano, Thelma acordou de madrugada chorando de fome e dor no estômago. Vendo a situação, Gizelly e Manu ofereceram seus biscoitos à sister. Mesmo vendo seu desespero, alguns brothers riram da situação: “Olha a cara dela! ‘Tô com fome'”, zombou Daniel. Logo após o conflito, a hashtag #FomeNãoÉEntretenimento ficou toda a manhã como o assunto mais comentado no Twitter no Brasil.

Já em 2021, Projota mostrou seu descontentamento por estar na Xepa ao admitir que não comeria a maioria das opções disponíveis. No sábado, 20 de fevereiro, o rapper comeu apenas arroz durante a refeição, o que gerou indignação na web, que acusou o artista de ser “fresco” por não gostar de nenhum item oferecido no cardápio mais simples.


Fotos: Fábio Rocha/Globo | iStock

Leia também: Michelle Obama lança série de culinária

Website | + posts

Criadora e redatora do Mulheres na Gastronomia! Sou estudante do terceiro ano de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo. Embora não tenha muito sucesso em minhas experiências dentro da cozinha, tenho uma paixão imensa por saborear os melhores pratos e contar histórias. Então, nada melhor do que juntar essas paixões em um mesmo lugar, trazendo pautas diferentes e interessantes, sempre com muita diversidade e diálogo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *