Le Plat du Jour

Le Plat du Jour

Direto da França, Uiara Araújo comanda o Le Plat du Jour e apresenta o programa Rendez-vous, da Tastemade Brasil

Uiara Araújo é jornalista e apaixonada por comida. Começou a cozinhar dentro de casa, de forma simples, junto com a família e sem pretensões de que o lazer fosse algum dia virar profissão. “A minha mãe sempre pegava a gente para ajudar na cozinha, eu adorava. Aprendi também muita coisa com a minha avó. Não tinha essa paixão por estudar mais técnicas, nada disso, era só um hábito de família, mas que eu sempre gostei de fazer”.

Graduada em Jornalismo pela UNESP, Uiara tinha como seus objetivos especializar-se em jornalismo de viagem. Mas, aos poucos, seus trabalhos foram naturalmente sendo direcionados à área da gastronomia. Ficou alguns anos no site da Veja SP, encarregada de fazer entrevistas com diferentes chefs de cozinha e buscar receitas exclusivas para a mídia. Depois, passou a atuar também nos especiais do Comer & Beber, o mais importante prêmio do setor na capital paulista. “Eu era responsável por escrever os textos dos restaurantes e bares que ganharam o prêmio em determinado ano. Foi aí que eu fui me apaixonando mais pelo assunto e aprendendo muita coisa também”, conta.

Mudou-se para a França, em 2011, mas seguiu com vontade de escrever sobre as receitas e comidas que experimentaria por lá. Foi então que decidiu criar o blog Le Plat du Jour, onde passou a compartilhar suas experiências gastronômicas.

“Eu me mudei para fazer mestrado em Cinema documentário, então estava super envolvida nessa coisa de filmagem”. Coincidentemente, foi na mesma época os canais de comida começaram a fazer sucesso, e cada vez mais aumentava-se a demanda por esse tipo de conteúdo. Assim, unindo seus conhecimentos audiovisuais com os talentos para cozinhar, ela transferiu o Le Prat du Jour para a plataforma do Youtube, com produções autorais e bastante criativas.

A ideia surgiu, sobretudo, para compartilhar suas aventuras gastronômicas pela França, produzindo vídeos que combinassem o seu amor pelo gastronomia e o sonho pelo jornalismo de viagens. “Eu queria produzir vídeos que mostrassem um lugar, e que depois eu fizesse uma receita que tivesse um link com aquele local. Para mim, tinha que agregar algo na vida das pessoas, trazer informações relevantes. O objetivo era principalmente montar realmente um roteiro que fosse interessante, trouxesse história, informação e que decifrasse as técnicas”.

O trabalho decolou. Hoje, o Le Plat du Jour conta com mais de 107 mil inscritos, que acompanham novos vídeos semanalmente. Nele, não apendem apenas receitas e técnicas de cozinha, mas também muita cultura. “A proposta do canal é a história e as paisagens de um país através da sua gastronomia, por isso os vídeos não se limitam às receitas e vão sempre trazer uma curiosidade a mais, tentando fugir do clichê França = baguete + queijo + vinho + crème brûlée de sobremesa”.

Em 2015, Uiara se juntou ao time de produtores de conteúdo da Tastemade, primeira rede de comida, viagem e estilo de vida 100% digital. Com a parceria, Uiara passou a apresentar, além de seu próprio canal, o quadro Rendez-vous, no qual ela visita lugares e receitas deliciosas na capital francesa, mas sempre com um toque para alegrar também paladares brasileiros. “Se a gente pega a culinária francesa de raiz, culinária de tradição, do interior, com pratos cozinhos como o boeuf bourguignon e o cassoulet, são pratos para sustentar, feitos para alimentar mesmo. Essa coisa da fartura, quantidade, generosidade dos cozinho é semelhante à culinária de base do Brasil, com a feijoada, vaca atolada”, explica.

Mas ela também reconhece que há muitas diferenças entre as duas culinárias. “A pâtisserie é muito diferente da versão do Brasil. Na França as pessoas preferem doces menos doces, no Brasil gostam de bastante açúcar. Aqui são porções pequenininhas, delicadas e individuais. Entretanto, no Brasil, o doce é mais feito na travessa, para dividir, comer de colherada”. Além disso, ela aponta que no Brasil é comum misturar os diferentes preparos em um mesmo prato. “Carboidratos, proteínas, arroz, feijão, salada, bife acebolado, batata frita, tudo no mesmo prato”. Por outro lado, na França, ela percebe que cada elemento da refeição é saboreado separadamente. “Dificilmente vai misturar arroz com batata. A única exceção é o pão, que é um carboidrato suplementar em todas as refeições”.

E quando o assunto é trabalhar em novas receitas, Uiara considera que o processo não é difícil, mas é trabalhoso. “Ninguém vai criar uma coisa que nunca foi vista. Acontece, mas é bem raro. Toda receita criada hoje em dia é baseada em outras que já existiram”. Para ela, o processo envolve primeiro juntar suas referências, selecionando quatro ou cinco receitas diferentes sobre um mesmo prato. Em seguida, ela analisa os pontos que as receitas têm em comum e adapta algumas técnicas, ingredientes e procedimentos para que seu público consiga reproduzi-las em casa. “Dou o meu toque pessoal, algo que eu gosto, prefiro, ou alguma técnica que acho que vai funcionar. A partir daí, crio a receita com essa mistura de várias outras de outros criadores. É um processo trabalhoso, mas não é difícil”.


Crédito da foto em destaque: Tastemade Brasil – Todos os direitos reservados

Leia o post anterior: A nova geração

Website | + posts

Criadora e redatora do Mulheres na Gastronomia! Sou estudante do terceiro ano de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo. Embora não tenha muito sucesso em minhas experiências dentro da cozinha, tenho uma paixão imensa por saborear os melhores pratos e contar histórias. Então, nada melhor do que juntar essas paixões em um mesmo lugar, trazendo pautas diferentes e interessantes, sempre com muita diversidade e diálogo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *