Luciana Di Fiore

Luciana Di Fiore

Ela pegou o gosto por cozinhar aos 9 anos e hoje trabalha como Private Chef, Personal Cook e Cozinha sob Encomenda

“A cozinha sempre teve um lugar na minha vida e no meu coração”. É com esse carinho todo que Luciana Di Fiore fala da sua relação com a gastronomia. Suas primeiras experiências como cozinheira foram aos nove anos, quando, inspirada na avó paterna, ela se aventurava no fogão e testava novas receitas. Com um toque de afetividade e vontade de aprender, ela pegou o gosto na prática, e fez da cozinha um verdadeiro passatempo.

Embora gostasse de cozinhar, decidiu formar-se em Engenharia Civil. Além disso, atuou como empresária e durante anos trabalhou com Scrapbooking. Cozinhava em casa, para a família e amigos, que a indicava para outros conhecidos. “Quando vi, estava fazendo eventos informais para 50 pessoas! Percebi então, que depois de “treinar” por mais de 25 anos, estava na hora de me especializar na área. Só depois de muito tempo, resolvi que queria transformar a minha paixão em profissão”, afirma.

Como autodidata, aprendeu o que sabe principalmente por conta própria. “Mas, na verdade, acho que fui premiada com esse dom maravilhoso de transformar os alimentos”. Ainda assim, fez um curso de Cozinheiro Internacional (2015) para aperfeiçoar as técnicas e, desde então, trabalha como Private Chef e Personal Cook. 

Siga o Mulheres na Gastronomia no Instagram

“Empreendi em um Negócio de Congelados Saudáveis, fui SousChef nas Olimpíadas Rio, chefiei um Restaurante em São Paulo e também fui professora de Gastronomia em Escola especializada. As experiências vão se somando e, dessa forma, vamos ficando mais exigentes e querendo aprender sempre mais. Por isso, não paro nunca de fazer cursos e estudar para cada vez mais me aprofundar na diversidade maravilhosa da gastronomia mundial”.

Com uma cozinha contemporânea, eclética e criativa, Luciana conta que gosta, sobretudo, da comida feita do zero, cozida aos poucos, no estilo slow food. Além disso, ela é amante dos ingredientes selecionados e naturais, nada de processados, com temperos balanceados e muito sabor. “Minha maior referência foi minha avó Rosa, que pode não ter sido famosa, mas sabia exatamente o que estava fazendo ao entrar na cozinha!”, relembra. Ela também destaca as chefs Helena Rizzo e Carla Pernambuco como grandes referências, e os chefs Emmanuel Bassoleil e Claude Troigros.

Apesar de amar a profissão, a chef ressalta que “começar aos 45 anos e encontrar um lugar nesse mercado tão competitivo e machista foi difícil. Eu tinha muita experiência para ser auxiliar de cozinha mas nenhuma para chefiar. Por isso, ouvi muitos “nãos” em entrevistas de emprego”. Mas a oportunidade chegou. Hoje, além de trabalhar como Private Chef, bem como Personal Cook e Cozinha sob Encomenda, ela ministra aulas de gastronomia online e comanda a Fresh & Tasty, uma micro padaria artesanal onde produz pequenas fornadas diárias de pães de longa fermentação feitos com levain.

“O cliente escolhe e eu cozinho. Faço tudo de forma personalizada para atender os diversos paladares, inclusive para aqueles que seguem dietas ou têm restrições alimentares. Para mim, a alquimia na cozinha é meu momento especial”, considera.

Atualmente, Luciana está se especializando em Panificação, a fim de expandir os negócios da micro padaria, com uma maior diversidade de pães saudáveis e naturais. “Estudar nunca é demais. Na minha cozinha, uso o meu lado racional de engenheira aliado ao meu lado criativo das artes plásticas e isso me ajuda muito a ser organizada, inovadora e oferecer uma experiência única e completa para os meus clientes”, finaliza.


Leia também: Alimentação no BBB 21

Website | + posts

Criadora e redatora do Mulheres na Gastronomia! Sou estudante do terceiro ano de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo. Embora não tenha muito sucesso em minhas experiências dentro da cozinha, tenho uma paixão imensa por saborear os melhores pratos e contar histórias. Então, nada melhor do que juntar essas paixões em um mesmo lugar, trazendo pautas diferentes e interessantes, sempre com muita diversidade e diálogo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *